Os apostadores devem sempre procurar uma vantagem matemática em vez de confiarem nos seus impulsos. Aprender como utilizar o Critério Kelly, por exemplo, é uma excelente forma de os apostadores determinarem quando devem apostar.

Antes de fazerem uma aposta,s  apostadores devem ter em consideração seis perguntas importantes: quem, o quê, quando, onde, porquê e como? Mas para este artigo, estamos mais interessados em quanto apostar.

Considere fazer uma aposta na Premier League inglesa. Podemos adaptar estas perguntas em conformidade:

  •        Em quem apostar? Manchester United
  •        No que apostar? Quem termina no Top 4
  •        Quando apostar? Agora
  •        Onde apostar? A Pinnacle Sports costuma oferecer as melhores probabilidades
  •        Porquê apostar? Parecem ser subvalorizados.
  •        Quanto… quanto apostar neste resultado?

A maioria dos artigos dedica-se às primeiras cinco perguntas, utilizando normalmente justificações matemáticas ou estatísticas para responder à pergunta “porquê” – tal como este artigo que explica como utilizar os métodos Monte Carlo.

Ao tomar decisões financeiras, a questão fundamental consiste em não só encontrar os produtos financeiros adequados onde investir mas também em decidir em como subdividir o portfólio. Do mesmo modo, uma pergunta importante para um apostador é: quanto apostar?

Muitos estudos recomendam a utilização do Critério Kelly ou um derivado do mesmo – como este. Na sua essência, o Critério Kelly calcula a proporção dos seus próprios fundos para apostar num resultado cujas probabilidades são superiores ao esperado, para que os seus próprios fundos aumentem exponencialmente.

A fórmula do Critério Kelly é: (bp-q)/b

B = as probabilidades decimais -1
P = a probabilidade de sucesso
Q = a probabilidade de fracasso (ou seja, 1-p)

Utilizar uma moeda como um exemplo das apostas com o Critério Kelly

Por exemple, imagine que vai apostar que uma moeda mostre caras a 2,00. No entanto, a moeda é tendenciosa e tem 52% de hipótese de mostrar caras.

Neste caso:

P = 0,52
Q = 1-0,52 = 0,48
B = 2-1 = 1.

Resultado: (0,52×1 – 0,48) / 1 = 0,04

Como tal, o Critério Kelly recomendaria que apostasse 4% – uma percentagem positiva implica uma vantagem a seu favor – dos seus fundos para que os seus fundos aumentem exponencialmente. Também pode testar o critério para diferentes valores numa folha de calculo usando estas formulas.

Em última análise, o critério Kelly proporciona uma vantagem distinta sobre os outros métodos de apostas como os métodos Fibonacci e de arbitragem, pois existe um risco menor. No entanto, requer um cálculo preciso da probabilidade de resultado de um evento e a disciplina deste método não irá fornecer um crescimento explosivo dos seus fundos.